PROCURADOR DA FAZENDA NACIONAL LANÇA OBRA SOBRE ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL | SINPROFAZ

Notícias

Confira as notícias

7 de maio de 2018

PROCURADOR DA FAZENDA NACIONAL LANÇA OBRA SOBRE ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL


Compreender a escravidão no Império brasileiro sob uma perspectiva jurídica. Esta é a proposta do procurador da Fazenda Nacional André Barreto Campello na obra “Manual Jurídico da Escravidão: Império do Brasil”. O livro aborda de forma incomum a escravidão negra no país do século XIX, lançando uma perspectiva diferente a respeito do sombrio universo do cativeiro negro no Brasil. O trabalho proporciona ao leitor o conhecimento sobre a realidade e a dinâmica jurídica do sistema que reflete ainda hoje sobre a sociedade brasileira.

André Barreto Campello é diretor do SINPROFAZ lotado na PFN/MA. Já atuou como advogado da União, procurador federal, analista judiciário e conciliador federal. Foi membro eleito do Conselho Superior da Advocacia-Geral da União. Especialista em Docência Superior e em Pesquisa no Ensino Superior, foi docente na Faculdade São Luís e professor substituto na Universidade Federal do Maranhão.

O “Manual Jurídico da Escravidão: Império do Brasil” está à venda no site da editora Paco Editorial. Confira: bit.ly/2wjZdU3


Voltar

Alguns Destaques

Procurador da Fazenda Nacional e Deputado Federal Tadeu Alencar (PSB/PE), fala sobre o Dia Nacional da Advocacia Pública, comemorado em sessão solene em 3 de março, na Câmara dos Deputados. O evento, também marcou o relançamento da PEC 82. Brasília, 3 de março de 2016

Juscelino Ferreira, vice-presidente do SINPROFAZ, fala após sessão solene pelo Dia Nacional da Advocacia Pública, Dia Internacional da Mulher e relançamento da PEC 82. Brasília, 8 de março, no plenário Ulysses Guimarães, Câmara dos Deputados.

Iolanda Guindani, Diretora Secretária do SINPROFAZ, fala após solenidade pelo Dia Nacional da Advocacia Pública, Dia da Mulher e relançamento da PEC 82. Brasília, 8 de março de 2016

Veja também