SINPROFAZ É FONTE PARA VERIFICAÇÃO DO QUE DIZEM OS CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES | SINPROFAZ

Notícias

Confira as notícias

27 de setembro de 2018

SINPROFAZ É FONTE PARA VERIFICAÇÃO DO QUE DIZEM OS CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES


O SINPROFAZ foi apontado pelo “Aos Fatos” como fonte confiável para verificação das informações veiculadas pelos candidatos às eleições de 2018. A plataforma analisou uma fala do postulante à presidência da República Geraldo Alckmin, o qual afirmou que “o alimento acaba acumulando 33% de impostos”. O “Aos Fatos”, então, lançou mão da seguinte tabela disponível em www.quantocustaobrasil.com.br, segundo a qual, em média, 30,55% do valor dos produtos alimentícios corresponde à carga tributária sobre eles incidente. Os dados são do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, com base na tributação do estado de São Paulo em 2011.

O “Aos Fatos” acompanha diariamente declarações de políticos e de autoridades de expressão nacional, de diversas posições partidárias, de modo a verificar se eles estão dizendo a verdade. Para isso, os jornalistas da plataforma adotam a seguinte metodologia: analisam a fonte original para checar o que foi dito e o contexto em que foi dito; consultam fontes confiáveis, oficiais e alternativas, que confirmem ou refutem a informação; classificam a declaração em verdadeira, imprecisa, exagerada, contraditória, insustentável, distorcida ou falsa.


Voltar

Alguns Destaques

Procurador da Fazenda Nacional e Deputado Federal Tadeu Alencar (PSB/PE), fala sobre o Dia Nacional da Advocacia Pública, comemorado em sessão solene em 3 de março, na Câmara dos Deputados. O evento, também marcou o relançamento da PEC 82. Brasília, 3 de março de 2016

Juscelino Ferreira, vice-presidente do SINPROFAZ, fala após sessão solene pelo Dia Nacional da Advocacia Pública, Dia Internacional da Mulher e relançamento da PEC 82. Brasília, 8 de março, no plenário Ulysses Guimarães, Câmara dos Deputados.

Iolanda Guindani, Diretora Secretária do SINPROFAZ, fala após solenidade pelo Dia Nacional da Advocacia Pública, Dia da Mulher e relançamento da PEC 82. Brasília, 8 de março de 2016

Veja também